Make your own free website on Tripod.com
Arte musiva quer dizer Arte do Mosaico
Home
Painéis de Glauco Rodrigues
Mosaico de calçada em Brasília
Braços abertos sobre a Guanabara
O bruxo Bel Borba
Mosaico Zen em Ouro Preto
A obra de Franco Giglio no Brasil, o italiano de Dolceaqua
Os criadores de Brasília em mosaico
A arte musiva de Poty
A justiça na balança
Um logotipo para a UDF
Um painel para a Imprensa
Portinari nas mãos dos italianos

Obra de Glauco no aeroporto de Salvador
glaucohp.jpg
Foi sua última obra. Glauco faleceu em março de 2004

As últimas obras deixadas por Glauco Rodrigues: dois painéis em mosaico, com as pastilhas Bizassa, para a Fiocruz, no Rio, e para o aeroporto internacional Luís Eduardo Magalhães, em Salvador. Obras de maturidade, realizadas após uma trajetória marcada pelo desenvolvimento de uma estética própria, uma maneira brasileira de ver o mundo. No painel em que retrata o filho de ACM, Glauco o eternizou em meio ao folclore baiano, rodeado de santos, mães de santa e cenas características da Bahia de ontem e de hoje.

dr.lucio11.jpg

Veja à direita o primeiro painel de uma série de quatro dedicados aos construtores de Brasília. O primeiro deles foi dedicado ao urbanista Lúcio Costa, a quem a cidade deve seu traçado original, o plano piloto, nascido de um gesto primário, o sinal da cruz, como quem toma posse. Em maio de 2004, foi inaugurado em uma nova estação de Metrô em Águas Claras, em Brasília, DF, que é a primeira cidade planejada nas proximidades do plano piloto.

monumento ao educador Paulo Freire
educador3.jpg
Erigido em frente ao Ministério da Educação, Brasília, Brasil

Monumento em mosaico a PAULO FREIRE
Nascido em Recife em 1921, Paulo Freire iria seguir uma trajetória marcada por um pensamento revolucionário que teve sua primeira aplicação no Brasil e logo espalhou-se por todos os continentes, mostrando a força das idéias projetadas por este brasileiro ilustre que pensou um mundo mais justo, uma sociedade mais harmônica e de chances iguais para todos. A base de seu pensamento é a educação, mas uma educação revolucionária que considere  o ensino para além do aprendizado da leitura, articulando esta com a realização política do cidadão. Um sistema educacional que signifique libertação e redenção, capaz de fazer o povo avançar e se afirmar dentro de sua identidade cultural e política.  Através da educação e da luta política é possível mudar a realidade social do país, acreditava este brasileiro ilustre, falecido em 1997, depois de vivenciar suas idéias no Brasil e no exterior, tornando-se uma figura referencial no campo da pedagogia, do ensino, da reflexão política, da  cidadania e da justiça.
Pois é justamente ele que tive o privilégio de retratar neste monumento erigido em 12 de dezembro de 2003 em frente ao prédio do Ministério da Educação, em Brasília. A obra foi encomendada pela Unesco e inaugurada pelo ministro Cristóvam Buarque, da Educação e pela viúva de Paulo Freire, professora Ana Maria Freire.
Henrique Gougon, final de dezembro de 2003

potydetalhe.jpg

Vale a pena conhecer uma faceta inesperada de Poty Lazzarotto, um dos princpais artistas plásticos e painelista de Curitiba. Pouco antes de morrer, Poty realizou este painel em mosaico para o Teatro Calil Haddad, de Maringá!

A Proposta de mais este Site
 
Pronto, eis aqui um novo site para falar de mosaico e continuar nosso diálogo no mundo virtual. http://ArteMusiva.tripod.com tem a pretensão de mostrar um pouco do que venho fazendo com o uso de mármores e granitos. Tenho alguns outros sites na rede, sempre dentro de provedores que abrigam páginas de construção gratuita e simplificada. Aqui mesmo no Tripod, sugiro uma visita ao http://mosaicosdobrasil.tripod.com  ou então ao
http://gougon2.tripod.com , que alinham uma série de comentários, pesquisas e relatos sobre a presença do mosaico no Brasil. Uma viagem absolutamente fantástica e sem retorno. Mosaico é arte de paixão, é reunião de pedacinhos de forma harmoniosa e doce, capaz de proporcionar emoções constantes e renovadas. É como a própria vida, sempre emocionante, sempre inesperada, imprevisível. Vamos, comece agora mesmo a perceber os mosaicos a sua volta e abrace a arte musiva. Faça você mesmo um mosaico, seja ele de mármores, vidros, azulejos, pastilhas ou qualqur outro material. Use imaginação e harmonia. Logo a viagem começa e não termina nunca.
Good trip!

Meu dia-a-dia na área musiva

Meu propósito aqui é o de mostrar o meu caminho, o que venho fazendo no dia-a-dia, quais as obras novas, qual a linguagem, qual o material, qual o objetivo, onde eu quero chegar. Vamos caminhar juntos?
Espero apresentar aqui todos meus trabalhos, pequenos ou grandes. As pesquisas, comentários, novidades ficarão em outro site, veja em http://mosaicosdobrasil.tripod.com

logotipo da Universidade do DF
aeudfparahpg.jpg
Localizada no prédio novo da UDF: 903 sul , DF

Mosaico, arte para todo dia

Como dizia aquela música cantada pela Baby do Brasil: Todo dia era dia de índio! Pois é, também somos índios, vamos aproveitar!!! Todo dia é nosso dia! Aliás, uma das forma mais primárias de fazer mosaico é justamente com conchas, o que ainda se pode ver em algumas tribos longínquas, na Nova Papua. Mesmo na atualidade, autores sofisticados ainda recorrem às conchas. Até mesmo a primeiríssima dama do Império, Dona Teresa Cristina, mulher de Dom Pedro II, recorreu às conchas e às quebras do serviço de chá da Casa Imperial para ter a primazia de fazer os primeiros mosaicos brasileiros. Ainda estão lá, no jardim das Princesas, do lado externo ao Palácio Quinta da Boa Vista, no Rio, atual Museu de Ciências Naturais, antiga residência de Dom João VI e, posteriormente, da família Imperial Brasileira. Enfim, nossa viagem já começou. Embarque conosco!
Henrique Gougon, em dezembro de 2003

AddMe.com, free web site submission and promotion to the search engines